segunda-feira, 12 de maio de 2008

O candidato tomando uma dose.


Na política tudo é possível. Alguns candidatos ás eleições 2008, já começaram fazer sua propaganda eleitoral. Oxe, e pode? pode. Eu vi um candidato daquele que quando não é ano eleitoral, mal aparece no seu reduto. E não é que vi o tal tomando cachaça com furado na venta e farofa de lalaôa na budega de se mané(nome fictício)e dando um kit pinguço aos "abestados". Mas é bom ficar de olho que os "Homens" andam por aí filmando até gato no telhado atrás das gatinhas, cuidado! se não tu vai cair nessa tal de Yuotube, vixe que nome feio!!

para vocês deixo esta letra:

Comicio Em Beco Estreito
(Jessier Quirino)

"Pra se fazer um comício
Em tempo de eleição
Não carece de arrodei
Nem dinheiro muito não
Basta um F-4000
Ou qualquer mei caminhão
Entalado em beco estreito
E um bandeirado má feito
Cruzando em dez posição.

Um locutor tabacudo
De converseiro comprido
Uns alto-falante rouco
Que espalhe o alarido
Microfone com flanela
Ou vermelha ou amarela
Conforme a cor do partido.

Uma ganbiarra véa
Banguela no acender
Quatro faixa de bramante
Escrito qualquer dizer
Dois pistom e um taró
Pode até ficar melhor
Uma torcida pra torcer

Aí é subir pra riba
Meia dúzia de corruto
Quatro babão, cinco puta
Uns oito capanga bruto
E acunhar na promessa
E a pisadinha é essa:
Três promessa por minuto.

Anunciar a chegança
Do corruto ganhador
Pedir o "V" da vitória
Dos dedo dos eleitor
E mandar que os vira-lata
Do bojo da passeata
Traga o home no andor.

Protegendo o monossílabo
De dedada e beliscão
A cavalo na cacunda
Chega o dono da eleição
Faz boca de fechecler
E nesse qué-ré-qué-qué
Vez por outra um foguetão.

Com voz de vento encanado
Com os viva dos babão
É só dizer que é mentira
Sua fama de ladrão
Falar dos roubo dos home
E tá ganha a eleição.

E terminada a campanha
Faturada a votação
Foda-se povo, pistom
Foda-se caminhão
Promessa, meta e programa...
É só mergulhar na Brahma
E curtir a posição.

Sendo um cabra despachudo
De politiquice quente
Batedorzão de carteira
Vigaristão competente
É só mandar pros otário
A foto num calendário
Bem família, bem decente:

Ele, um diabo sério, honrado
Ela, uma diaba influente
Bem vestido e bem posado
Até parecendo gente
Carregando a tiracolo
Sem pose, sem protocolo
Um diabozinho inocente".

Um comentário:

Euclides disse...

ISSO ME FEZ LEMBRAR A FALSIDADE DE ROBERTO PAULINO EM NOSSA CIDADE,DE BAR EM BAR,TOMANDO UMA E DANDO TAPINHAS NAS COSTAS DOS BESTAS.